Acta da reunião de 21/01/2010

Na quinta-feira dia 21 de Janeiro de 2010 pelas 22h reuniram no Centro Social da Mouraria os seguintes elementos da MUBI:

  • César Marques
  • Ian Downie
  • João Branco
  • João Lourenço
  • Luís Mota
  • Maria Nela Meneses
  • Mário Alves
  • Miguel Cabeça
  • Nuno Xavier
  • Rosa Félix
  • Rui Soares Costa
  • Tiago Carvalho

Tiago Carvalho coordenou as actividades na ausência ou ignorância do presidente da assembleia. Após uma breve introdução sobre os propósitos e objectivos da mubi aos novos membros, definiu-se a seguinte ordem de trabalhos:

  1. Grupo de trabalho sobre a proposta BUS+BICI do Orçamento Participativo de Lisboa
  2. Outros grupos de trabalho (novos e redefinição de anteriores)
    1. Comunicação Social/Lobbying
    2. Ciclovias
    3. Escolas
    4. Página da Associação
  3. Marcação do local e da hora da próxima reuniãio

A proposta BUS+BICI foi recentemente aprovada no Orçamento Participativo (OP) de Lisboa e a necessidade de acompanhamento do seu processo de implementação foi um dos motivos da reunião; dados os perigos de segurança que ela pode encerrar e a vontade da MUBI em encetar o seu processo de pressão junto das autoridades competentes foi invocada a urgência deste grupo de trabalho. O membro Luís Mota disponibilizou-se de imediato a colaborar nele.

A discussão derivou de seguida para a definição deste grupo de trabalho como sendo acerca da proposta de 2010 ou como sendo também acerca das propostas do OP de 2009; recorde-se que este contemplava a instalação  de  trajectos cicláveis em Lisboa, acabando porém por ser implementado um projecto de ciclovias já anteriormente proposto pelo vereador Sá Fernandes. Uma vez que os membros recentes António Cruz, Bernardino Aranda (ausentes) e Rosa Félix elaboraram recentemente e a título de cidadania, um documento enviado à autarquia com recomendações sobre as ciclovias recém construídas ,e não tendo nenhum deles recebido qualquer resposta, concordou-se separar o grupo de trabalho de acompanhamento das novas ciclovias do grupo de trabalho de acompanhamento da proposta BUS+BICI. Aquele será constítuido pelo membro Rosa Félix, que ficou encarregada de sugerir um passeio de bicicleta para diagnóstico e prospecção do estado de conservação, desenho e segurança das ciclovias e requisitar as consequentes reuniões com a autarquia. O membro João Lourenço prestou-se a colaborar neste grupo de trabalho,com especial atenção à zona de Benfica.

A anterior coordenação do grupo de trabalho  “Bicicletas nos transportes” pelo Luís Mota foi atribuído, com mútuo acordo, ao membro Nuno Xavier.

O membro Mário Alves prestou-se a apoiar tecnicamente qualquer um destes grupos de trabalho e a eximir-se, por questões de ética profissional, a qualquer reunião com a autarquia. O membro Nuno Xavier, pelas mesmas razões, está nessa condição.

O membro Tiago Carvalho indagou os presentes sobre ideias para novos grupos de trabalho; não havendo nenhuma sugestão, o mesmo membro propôs-se a criar o grupo de trabalho “Escolas”. Terá como objectivo levar às escolas de ensino secundário de Lisboa os benefícios e vantagens da bicicleta e estimular a sua adopção, quer junto dos alunos, quer junto do corpo docente ou concelho directivo.

O membro Tiago Carvalho chamou  a atenção para um grupo de trabalho que garanta a presença da MUBI na comunicação social e para a necessidade de se constituir activamente como grupo de pressão sempre que haja notícias que o justifiquem. A criação deste grupo de trabalho recebeu aprovação geral, tanto mais pelo contacto que o membro João Branco tinha recebido nas horas anteriores; estes prometiam a possibilidade de uma entrevista para a SIC sobre o processo de implementação das ciclovias do OP 2009 e sobre a pertinência das mesmas para os utilizadores de bicicletas em Lisboa. O membro Luís Mota manifestou o seu desagrado pela forma como foi conduzido este processo; nenhum membrou discordou desta posição, por concordarem com ela ou por ignorarem o que efectivamente se passou. Quanto à pertinência das ciclovias para os utilizadores de bicicletas em Lisboa, defendeu-se que a opinião deve ser descomprometida: reconhecem-se aspectos positivos, embora com várias reservas. Daí que o grupo de trabalho constituído pelos membros Rosa Félix e João Lourenço seja relevante para evitar erros e sugerir alterações. Concordou-se, um pouco vagamente, que na eventualidade da entrevista ainda acontecer, seria para dar uma no cravo e outra na ferradura. Não foi necessário precisar melhor esta conclusão.

Da necessidade de reacção da MUBI, adequada no tempo de resposta, a notícias que envolvam os utilizadores de bicicleta em Lisboa, através de comunicados ou breves comentários na comunicação social, iniciou-se uma discussão sobre duas questões; a primeira respeita ao objecto dessa intervenção: reagir a notícias, projectos ou situações que envolvem directamente os utilizadores de bicicleta em Lisboa ou reagir também às consequências implícitas para os utilizadores de bicicleta? O membro Rui Soares Costa sugeriu não apenas reacção, mas também acção. A segunda questão, intimamente relacionada com a primeira, respeita à metodologia do processo de lançamento de um comunicado ou de uma posição pública da MUBI, dada a previsível discórdia entre os vários membros. Concordou-se que o responsável por lançar a proposta de comunicado ou posição pública da MUBI terá a competência de estabelecer métodos de se chegar a uma decisão; nomeadamente, número de dias para a discussão e eventual votação caso não haja consenso.

O membro João Branco ficou encarregado de auscultar a comunicação social e a imprensa em busca de notícias relevantes para estas tomadas de posição. Dada a sua ausência do país, outro membro terá, se for o caso, de disponibilizar-se para entrevistas. Concordou-se na importância de estabelecer, com esse propósito, uma lista actual de contactos na imprensa.

O membro Nuno Xavier ficou encarregado de falar com o membro Ana Barroso acerca do grupo de trabalho da página em linha da associação.

As próximas reuniões ficaram acordadas para as 17h30 do terceiro Domingo de cada mês no jardim Fernando Pessa, coincidindo portanto com a realização mensal da cicloficina.

O membro Luís Mota apelou à participação de todas as actualizações dos grupos de trabalho no blogue da MUBI : mubicicleta.wordpress.com.

Sem mais assunto, a reunião foi dada por encerrada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s